Minhas Autoras Favoritas 1

Barbara Mertz / Elizabeth Peters / Barbara Michaels

Barbara Mertz nasceu em Astória, Illinois, no dia 29  de Setembro de 1927. Ela se graduou
 na Universidade de Chicago em 1947, tornou-se Mestre em 1950 e PhD em Egiptologia em
 1952. Sob o nome de Barbara Michaels  escreveu novelas góticas e thrillers sobrenaturais.
 Este pseudônimo foi escolhido porque a autora já havia publicado dois livros sobre o Egito
 Antigo anteriormente com seu nome e o editor não desejava que seus trabalhos acadêmicos
 fossem confundidos com seus trabalhos de ficção. Sob o pseudônimo de Elizabeth Peters
Mertz publicou sua série histórica de mistério com a protagonista Amélia Peabody.
Os escritos de Mertz abrangeram aventura, romance, história e temas sobrenaturais. Foi uma 
autora prolifica, que escreveu mais de 20 livros sob o nome de Barbara Michaels e mais de 30 sob o nome de Elizabeth Peters. A série mais famosa é a da arqueóloga vitoriana Amélia Peabody, fazendo uso de seus conhecimentos de egiptologia e arqueologia.

Livros Escritos Sob o Nome de Elizabeth Peters

Amélia Peabody:
Esta série contém 19 livros. A heroína é uma Egiptóloga casada, com um filho natural (Ramses) e dois adotivos (Nefret e Sennia). Todas as histórias se passam na era de ouro da egiptologia e tem como cenário escavações no Egito. A linha do tempo começa em 1880, com uma Amélia solteira e rica decidida a conhecer o mundo e termina em 1922, com a descoberta da tumba de Tutankhamon.

1) Crocodile on the Sandbank (1975)
2) The Curse of the Pharaohs (1981)
3) The Mummy Case (1985)
4) Lion in the Valley (1986)
5) The Deeds of the Disturber (1988)
6) The Last Camel Died at Noon (1991)
7) The Snake, the Crocodile and the Dog (1992)
8) The Hippopotamus Pool (1996)
9) Seeing a Large Cat (1996)
10) The Ape Who Guards the Balance (1998)
11) The Falcon at the Portal (1999)
12) He Shall Thunder in the Sky (2000)
13) Lord of the Silent (2001)
14) The Golden One (2002)
15) Children of the Storm (2003)
16) Guardian of the Horizon (2004)
17) The Serpent on the Crown (2005)
18) Tomb of the Golden Bird (2006)
19) A River in the Sky (2010)

Vicky Bliss:
Esta série conta as aventuras de uma professora americana de História da Arte que sempre acaba envolvida em crimes internacionais. A mocinha Vicky tem como interesse amoroso o charmoso ladrão Sir John Smythe.

1) Borrower of the Night (1973)
2) Street of the Five Moons (1978)
3) Silhouette in Scarlet (1983)
4) Trojan Gold (1987)
5) Night Train to Menphis (1994)
6) The Laughter of Dead Kings (2008)

OBS: A série de Amelia e Vicky se entrelaçam nos livros Night Train to Memphis e The Laughter of Dead Kings.

Jacqueline Kirby:
A protagonista é uma bibliotecária que gosta de resolver mistérios e se envolver em aventuras.

1) The Seventh Sinner (1972)
2) Murders of Richard III (1974)
3) Die for Love (1984)
4) Naked Once More (1989)

Outros:

* The Jackal`s Head (1968)
* Her Cousin John (1969)
* The Dead Sea Cipher (1970)
* The Night of Four Hundred Rabbits (1971)
* Legend in Green Velvet (1976)
* Devil May Care (1977)
* Summer of The Dragon (1979)
* The Love Talker (1980)
* The Copenhagen Connection (1982)
* The Camelot Caper (1988)

Livros Escritos Sob o Nome de Barbara Michaels

Georgetown Trilogy:
1) Amie Come Home (1968)
2) Shatered Silk (1986)
3) Stitches in Time (1995)

Someone in The House:
1) Someone in the House (1981) LI
2) Black Rainbow (1982 - Prequel) LI

Outros:

* The Master of Blacktower (1966)
* Sons of the Wolf (1967) LI
* Prince of Darkness (1969)
* The Dark on the Other Side (1969)
* The Crying Child (1971)
* Greygallows (1972) LI
* Witch (1973) LI
* House of Many Shadows (1974)
* The Sea King`s Daughter (1975)
* Patriot`s Dream (1976)
* Wings of the Falcon (1977) LI
* Wait for what will Come (1978) LI
* The Walker in the Shadows (1979) LI
* The Wizard`s Daughter (1980)
* Here I Stay (1983) LI
* The Grey Beginning (1984)
* Be Buried in the Rain (1985) LI
* Search the Shadows (1987) LI
* Smoke and Mirrors (1989)
* The Runaway (1989)
* Into the Darkness (1990)
* Vanish With the Rose (1992) LI
* Houses of Stone (1993)
* The Dancing Floor (1997)
* Other Worlds (1999)

Livros Acadêmicos:

* Temples, Tombs and Hieroglyphs (1964)
* Two Thousand Years in Rome (1968)
* Red Land, Black Land (1966)

Algumas Lindas Capas






A garota que Adorava tom Gordon

The Girl Who Loved Tom Gordon

Stephen king



SINOPSE:

Neste livro acompanhamos Trisha McFarland, de nove anos, que é uma fã incondicional de Tom Gordon. Em uma caminhada com o irmão e a mãe recém divorciada a menina se perde na floresta. Tudo o que traz consigo é um sanduiche, água e alguns aperitivos, além de um walkman, através do qual segue o relato dos jogos do seu herói, criando com este uma amizade imaginária. À medida que avança para o coração da floresta, percebe, porém, que o novo amigo não é a sua única companhia...

COMENTÁRIOS:

O maior defeito deste livro é não ter muito o que explorar. 
É um livro bem escrito, com personagens interessantes e uma protagonista fácil de gostar, mas depois de um tempo tudo parece se arrastar. 
A história é sobre uma garota de 9 anos que se perde na floresta durante uma trilha feita com a mãe e o irmão adolescente e que tem de sobreviver enquanto busca por ajuda e é perseguida por alguma espécie sobrenatural de animal. Durante o tempo que está perdida a menina conversa com Tom Gordon, seu jogador de baseball favorito e isto lhe dá forças para continuar.
Trisha, a protagonista, é uma menina esperta para a sua idade e também mais adulta do que a mãe acredita. A menina se sente mais próxima do pai, recém separado da mãe, apesar desta tentar fazer a filha desgostar dele. Alias, a mulher é um Bitch de marca maior, capaz de tentar jogar os filhos contra o pai (um cara aparentemente legal) depois de abandoná-lo, jogando a culpa do fim do casamento em cima dele. Para completar arrastava os filhos para fazer programas que ela achava que os aproximaria, sendo que os dois odiavam tudo que ela escolhia, já que ela só pensava em si mesma e nunca neles. Além disso tudo ela teve a capacidade de perder a filha em uma trilha feita numa floresta no Maine.
O que não me convenceu foram os erros cometidos por Trisha, que, esperta e inteligente como era, escolheu seguir pelo caminho errado e, ao invés de voltar depois de ter percebido seu erro, continuou caminhando cada vez mais para dentro da floresta ao longo de dez dias!!!! Além disso, King descreve uma intoxicação alimentar provocada na menina por ingestão da água do rio; água corrente e limpa. Que eu saiba isso não é possível.
Em suma, eu não sou uma apaixonada por baseball e nem entendo nada sobre o esporte, o que reduziu bastante meu interesse pelo livro.
Valeu pela curiosidade, já que A garota que Adorava Tom Gordon é um exemplar muito, muito diferente do que king geralmente escreve. O elemento sobrenatural é muito discreto e não faria falta, já que a menina não chega a ser realmente confrontada com ele exceto no fim e mesmo assim o confronto é de menor importância.

AQUI!!!!
Ambas as capas são parecidas,
mesmo assim escolho a segunda.

Sandman:A Casa de Bonecas

Volume 2


* Autor: Neil Gaiman
* Artistas: Mike Dringenberg, Malcolm Jones III, Chris Bachalo, Michael Zulli e Steve Parkhouse.
* Letras: Todd Klein e John Constanza.
* Cor: Robbie Busch.
* Capas: Dave McKean
* Introdução:Clive Barker.

SINOPSE:

Este volume contém as edições 10 a 16 e intercala acontecimentos simultâneos no mundo desperto e no Sonhar. No mundo desperto presenciamos o encontro entre Rose Walker e Unity kinkaid (personagem que aparece no primeiro arco de histórias da série), avó da moça. No mundo dos sonhos Sonho começa a restaurar seu reino, se deparando com o iminente surgimento de um Vórtice (pessoa capaz de romper as barreiras do sonhar).

CAPÍTULOS:

1) Casa de Bonecas:
Neste volume Desejo confessa a Desespero que foi a/o responsável pelo que aconteceu entre Sonho e Nada (Contos na Areia, capítulo 9). Enquanto isso Sonho descobre o surgimento de um novo Vórtice e Rose Walker viaja para a Inglaterra  com sua mãe para conhecer a avó, Unity Kinkaid.

2) Dia da Mudança:
Rose Walker muda para um novo apartamento, uma velha mansão na Flórida. Ela passa a conhecer seus novos vizinhos (alguns deles serão vistos em arcos futuros) e depois sai em busca do irmão desaparecido. Junto com ela vai o simpático vizinho Gilbert. Enquanto isto Jed, irmão de Rose, vive preso no porão da casa dos pais adotivos e só nos sonhos é feliz, em companhia de Lyta Hall e um super herói que se denomina Sandman, além de dois pesadelos que fugiram do sonhar. A terceira trama diz respeito ao Coríntio, um dos maiores pesadelos do Sonhar, que vive entre os humanos e que está indo para um encontro de Serial Killers, deixando um rastro de corpos por onde passa.

3) Casa de Brinquedos:
Neste capítulo Sonho descobre que os dois pesadelos fugidos, Bruto e Glob, estavam tentando criar seu próprio Sonhar a partir dos sonhos de Jed, aprisionando Lyta Hall e o espírito de seu marido, Hector, fazendo-o crer ser o Sandman. Após ficar livre dos pesadelos e do constante sonhar, Jed foge da casa dos pais adotivos, mas cai nas mãos do Coríntio.

4) Homens de Boa Fortuna:
Este capítulo conta uma história fora da sequência e nos apresenta a Hob Gadling, um homem que em uma taverna na Inglaterra, no ano de 1389, insiste que as pessoas só morrem porque acreditam que a morte é inevitável. Escutando a conversa, Sonho propõe a sua irmã, Morte, que deixe Hob viver eternamente para saber se o homem se arrependerá ou não de ser imortal. Este experimento resulta em uma amizade entre Sonho e Hob que atravessa os séculos. A cada 100 anos os dois se encontram na mesma taverna para conversarem sobre o que lhes aconteceu e se Hob ainda deseja continuar a viver.

5) Colecionadores:
Rose e Gilbert descobrem que Jed desapareceu e, a pedido da polícia, se hospedam no mesmo hotel em que está acontecendo a convenção de serial Killers. Gilbert vê o Coríntio e, após escrever algo em um papel e entregá-lo a Rose (ela deveria falar o que estava escrito no papel caso se encontrasse em perigo) parte. Quando Rose é atacada por um dos assassinos que está no hotel ela lê o que estava escrito no papel: o nome de Sonho, que vem, salva a moça e interrompe a convenção para pegar Coríntio, o melhor de seus pesadelos e que estava fugido. Enquanto isso Gilbert encontra Jed no porta-malas do carro do Coríntio e o entrega a Rose.

6) Dentro da Noite:
Rose descobre que pode vivenciar os sonhos de outras pessoas, causando um caos no Sonhar. Enquanto isso sua avó, Unity, está morrendo em companhia da filha. Neste capítulo descobrimos que Gilbert era um sonho que se transformara em homem e que o destino de Rose é morrer pelas mãos de Sonho.

7) Corações perdidos:
Encerrando este volume, Sonho conta a Rose, no Sonhar, que ele deve matá-la, já que ela tem o poder de destruir o mundo desperto e o dos sonhos. Unity aparece em sua forma jovem, alegando que se ela não tivesse dormido a maior parte de sua vida ela seria o vórtice e por isso deveria morrer no lugar de Rose. Assim acaba sendo e quando Sonho a mata no Sonhar ela morre no mundo desperto.
Após esta conclusão Sonho vai a procura de Desejo e diz que sabe que Desejo é o avô de Rose e que se ele, Sonho, houvesse matado alguém de seu sangue, como Rose, poderia ter sido caçado e destruído pelas Fúrias. Com estas palavras ele avisa Desejo a não criar mais armadilhas para destruí-lo.

COMENTÁRIOS:

Algumas edições acrescentam ao volume 2 Contos na Areia, que eu classifiquei, aqui no meu blog, como o capítulo 9 do volume 1.
Eu confesso que A casa de Bonecas me conquistou mais do que o volume inicial, talvez por não ter que apresentar o protagonista da série, embora ainda tenham aparecido poucos de seus personagens recorrentes.

Esta é a capa do meu volume 2,
capa dura e com toda a arte na parte interna,
além de vários textos adicionais e fotografias.

Variações de capas em inglês.

Antes da Penumbra

ALÉM DA IMAGINAÇÃO



"Entre a luz do sol e a escura noite existe uma hora na qual o sol está se pondo, o horizonte ganha pinceladas de laranja e rubro, e a imaginação ganha asas para criar histórias sem fim."
Quem já parou para observar um por do sol em uma tarde quente de verão enquanto pensava sobre o que a noite traria, sabe qual é a sensação descrita acima, e é este o motivo por trás de um dos seriados mais cultuados e criativos, nascido em 1959, chamado aqui no brasil de "Além da Imaginação" e que no original é "Twilight Zone" ou Zona do Crepúsculo, em tradução livre. Criada por Rod Serling, a série foi imensamente inovadora quando surgiu, ao final da década de 50, e tratava de temas que atraíam não apenas atenção, como causavam enorme tensão na América do Norte, tais como guerra nuclear e invasão alienígena. E é importante analisar a série sob esta ótica, pois se hoje parece risível temer uma invasão de marte, na época era um tema que ainda causava medo, chegando a causar pânico e correrias nas ruas de Nova Iorque, com a leitura do texto de A Invasão dos Mundos apenas 20 anos antes. A série também teve uma versão nova nos anos 80, mas vamos tratar aqui apenas da original que foi ao ar de 1959 a 1964.


Faroeste e Terror é uma boa mistura

A série é em preto e branco, e faz um ótimo uso de sombras e falta de cor para imergir o telespectador em situações que algumas vezes são tão sutis e críveis que poderiam acontecer ainda hoje. A qualidade de imagem da série supera filmes coloridos dos anos 70, portanto você não precisa se preocupar com o aspecto visual. A produção foi bem competente nos efeitos especiais, principalmente sabendo seus limites, evitando colocar na tela algo que parecesse artificial, usando de truques para não mostrar o mistério, o que causa ainda mais mistério e tensão, bem diferente dos filmes feito com uso de computação gráfica em 3D de hoje, que entregam logo quem é o vilão para poder jogar na tela cenas sangrentas.
E a sutileza com que a série entrega suas histórias é um de seus pontos fortes. A maioria delas conta com uma forte lição de moral, mostrando as pessoas sem caráter ou mesmo fracas e egoístas, sofrendo as consequências de seus atos, mas não espere que a série fique nisto, pessoas boas também sofrem, mesmo sem ter feito nada por isto, e a inevitabilidade muitas vezes fica clara com um certo pessimismo de uma época em que uma terceira guerra mundial com armas atômicas e capacidade de dizimar toda a humanidade era algo muito presente no cotidiano. Alguns episódios tem uma beleza ímpar, não apenas visual, mas em sua forma poética de mostrar o que desejava-se; sendo destaques "One for the Angels", "The Passersby" e "The Hunt" são verdadeiras obras de arte, e é impossível falar sobre os episódios sem lhe entregar o mistério envolvido.


Capitão Kirk

Se você gosta de filmes um pouco mais antigos ou até os anos 80, vai se deliciar com a enorme participação de astros da série, com atores de alto nível fazendo papéis antes mesmo destes encontrarem o sucesso, tais como Martin landau, William Shatner (Jornada nas Estrelas), Charles Bronson, Elizabeth Montgomery (a Feiticeira), Peter Falk (Columbo) e outros. De maneira geral, mesmo histórias como a invasão de alienígenas do tamanho de formigas acabam sendo bem feitas pela competência do ator ou atriz principal do episódio.


Guerra e a dificuldade da aceitação da derrota
Se você deseja assistir algo que o faça pensar, ou reviver os bons e velhos tempos dos 50 e 60, assistir esta série é um prazer e, com um tempo de duração curto de cada episódio, um bom passa tempo para as horas de lazer sem compromisso.

NOTAS SOBRE A SÉRIE:

Rod Serling sempre apresentava cada um dos episódios, dando uma vaga ideia do que estava por vir.
A série teve origem em 1954 e terminou em 1964.
Rod Serling escreveu roteiro para vários episódios.
A quarta temporada consta de episódios com duração de uma hora. Todas as outras temporadas tiveram episódios de meia hora.
A primeira temporada teve 36 episódios.
A segunda temporada teve 29 episódios.
A terceira temporada teve 37 episódios.
A quarta temporada teve 18 episódios.
A quarta temporada teve 36 episódios.

AQUI você pode acessar a lista de todos os episódios.

 
Mistério das Letras Blog Design by Ipietoon