Marsha Mellow e Eu

Marsha Mellow and Me

Maria Beaumont

SINOPSE:

Amy escreveu um bestseller - o romance definitivo sobre sexo, drogas e rock´n´roll... só que sem as drogas e o rock´n´roll. Ela deveria estar curtindo o dinheiro, a fama e a matéria de oito páginas na Hello!. Em vez disso, faz aquilo em que é mestra - se esconde por trás do seu pseudônimo, Marsha Mellow. Talvez sua vida fosse mais fácil se ela conseguisse contar a verdade para a mãe. Mas a mãe de Amy sequer desconfia que a filha é uma fumante inveterada. Conseqüentemente, jamais poderia sonhar que a sua menina inocente é, na verdade, a autora do livro mais escandaloso da temporada. Mas por quanto tempo Amy conseguirá se esconder, ainda mais agora que os tabloides deram início a uma verdadeira cruzada para descobrir a verdadeira identidade de Marsha Mellow?

COMENTÁRIOS:

A protagonista Amy Bickerstaff escreveu um livro e o livro trata de sexo... muito sexo. Sexo das formas mais chocantes e diferentes, mas Amy é uma garota discreta, tímida e nem um pouco aventureira. Depois de terminar um relacionamento a retraída Amy escreve este livro inspirada nas aventuras sexuais de seu melhor amigo, Ant, que é o gay mais descarado da Inglaterra, e assina com um pseudônimo. O problema maior é que um tabloide londrino oferece dinheiro para quem descobrir quem é Marsha Mellow, a autora deste livro e que muitos adolescentes etão lendo (o que o tabloide e muitas pessoas consideram inapropriado). A vida de Amy, que já é uma droga, piora.
A mocinha não tem namorado, tem um emprego medíocre e é uma funcionária medíocre  Ela tem um chefe bonitão que quer ser mais do que seu chefe (a única coisa boa acontecendo em sua vida além do dinheiro que ela lucrou como Marsha Mellow). Sua família é complicada até demais; a irmã sempre namora caras estranhos ou marginais e daí se envolve com um certinho, mas as coisas viram do avesso (a irmã sabe o segredo de Amy). Seu pai é dominado pela  mãe e a mãe é uma bruxa que usa carro ao invés de vassoura.
A primeira vez que li achei o livro engraçado, mas da segunda mudei de opinião. Amy é um desastre e não fica engraçado. Ela é dominada por tudo e por todos, principalmente por sua mãe e é de uma incapacidade que dá vontade de gritar e depois dar uma surra nela.
Não espere uma grande reviravolta e mudança de personalidade ou comportamento frente a vida, porque isso não acontece. Amy começa envolta em mentiras e termina envolta em mentiras, embora sejam menos mentiras.
Por curiosidade vale a pena ler. Quem sabe vocês gostem, como eu gostei na primeira leitura que fiz.

AQUI!!!!
Capa da publicação brasileira.
Até que eu gostei.

Feia.
Mesmo!

Muito feia.

2 comentários:

Carissa Vieira disse...

No começa da resenha estava super animada, mas no final senti o oposto. Agora já não sei mais se quero ou não ler o livro.

Beijos,
Carissa
www.carissavieira.com

Arismeire Kümmer Silva disse...

Olá, Carissa :-)
Olha, da primeira vez que li eu gostei bastante; da segunda não gostei muito, então, provavelmente é uma boa leitura dependendo do seu estado de espírito ou da sua personalidade e gostos :-)
Se você ficou interessada mesmo que só na primeira impressão, arrisca. Pode ser que você goste ;-)
Bj, Aris.

 
Mistério das Letras Blog Design by Ipietoon