Os Caminhos do Coração-Charity Girl








































Georgette Heyer.

Quando o destino e um impulso cavalheiresco convergem para colocar no caminho do visconde Ashley Desford a graciosa e encantadora Cherry Steane, uma jovem abandonada que vive da caridade de parentes, a quem mais ele poderia recorrer em busca de ajuda senão sua amiga de infância, Henrietta Silverdale? Afinal, embora tenham rompido o noivado anos atrás, Ashley e Henrietta nunca deixaram de ser amigos.

Contudo, enquanto Ashley sai à procura do avô sovina de Cherry e de seu irresponsável pai, visitando lugares não muito bem frequentados, Henrietta se pergunta se ele, finalmente, se deixou atingir pela flecha do amor. No entanto, sem a oportuna intervenção de seu irmão Simon e do honrado pretendente de Henrietta, Ashley, pode estar prestes a cometer a maior tolice de sua vida...


Bem, foi com surpesa que eu descobri este livro publicado pela coleção Julia Históricos. Nunca pensei que encontraria um livro de uma autora como Georgette Heyer publicado no formato de banca, afinal, estão relançando alguns dos livros dela pela editora Record, se não me engano e não são nada baratinhos. Sobre esta história, só posso dizer que li a versão Julia Históricos, mas que também tenho a versão não de banca e que vou precisar ler esta segunda versão para comparar as duas e saber se a história não foi fatiada para caber nas páginas de um romance de banca mais fino.
Eu gosto do trabalho de Georgette Heyer e não achei este ruim, mas está muito longe de ser bom. Excepcionalmente superficial, parece ter sido escrito as carreiras. Sabemos um pouco dos pensamentos e sentimentos do protagonista, mas da mocinha praticamente não sabemos nada, uma vez que ela aparece muito pouco. A mocinha salva pelo protagonista aparece muito mais que Hetta. O relacionamento de Ashley e Hetta já vem de muitos anos, quando os conhecemos e eles se comportam como irmãos. No passado a mãe de Hetta e o pai de Ashley tentaram casá-los, mas os dois se recusaram. 9 anos se passaram depois desta recusa e o relacionamento dos dois não parece ter mudado em nada, o que torna irreal um amor romantico entre eles. De repente Ashley percebe que a ama e vice versa e que querem se casar... eu não acreditei nisto se quer um momento, especialmente porque nunca fiquei a par dos sentimentos e pensamentos dela.
Sobre a sinopse, a segunda parte não tem muito a ver com o livro. Ashley jamais se mostra prestes a cometer nenhum erro terrível. Não há antagonistas reais, não há uma aventura real. Em suma, muito fraco. Depois que eu der uma espiada na outra versão posto algum comentário sobre as semelhanças e-ou diferenças.

2 comentários:

Náh disse...

Ei, parece bem legal! Adorei ver as capas!
Bjus,
Náh
http://lerdormircomer.blogspot.com/

Iuri Fiedoruk disse...

A terceira e a quarta capas são as melhores. A quarta até parece Orgulho & Preconceito.

 
Mistério das Letras Blog Design by Ipietoon