Saco de Ossos

Stephen King

SINOPSE:

Mike Noonan é um romancista de sucesso que vê sua vida subitamente transformada com a morte da esposa Jo. Quatro anos já se passaram e o sentimento é o mesmo - o desânimo, a tristeza, a sensação de que nunca mais será capaz de escrever. Diante da tela branca do computador, ele vê o vazio doloroso que passou a dominar seus dias. Nem mesmo o sono lhe traz alívio. Noonan é agora atormentado por terríveis pesadelos com Sara Laughs e a casa do lago - o recanto de sonhos onde ele e Jo foram tão felizes. Voltar à pequena cidade. Esta parece ser a única saída. Mike sente que precisa enfrentar o passado e tentar reencontrar seu caminho.

Sara Laughs, no entanto, já não é a mesma. Apesar da aparente tranqüilidade de sempre, sua comunidade vive atormentada pelo domínio cruel do milionário Max Devore, que não mede esforços para atingir seu grande objetivo: arrancar a neta de três anos da guarda da jovem mãe viúva. Pouco a pouco, Mike redescobre a paixão.

Mike Noonan reencontra um motivo para seus dias, mas a luta não será fácil. Além da fúria de Max Devore, Noonan terá de enfrentar forças estranhas e malignas que agora dominam Sara Laughs. Ele terá de descobrir de onde vêm os pesadelos cada vez mais terríveis que insistem em atormentá-los. Mike Noonan subitamente volta a escrever, mas não terá sossego até encontrar as respostas para as dúvidas que o atormentam. Que forças são essas que dominam a pequena cidade? O que esperam dele?



COMENTÁRIOS:

Este é meu livro favorito de Stephen King. Já li muito material dele, mas Saco de Ossos me encantou de tal forma que o li em dois dias... mais certo dizer que devorei... e depois fiquei com a história girando no meu cérebro como se eu saboreasse algum doce maravilhoso e delicioso até a ultima mordida.
Saco de Ossos é uma História de Fantasmas, mas também é uma história de amor, ódio, injustiça e vingança. É um livro sobre perda e luto, mas também um livro de suspense com uma atmosfera assustadora.
A história se passa, na maior parte, em uma comunidade fechada, repleta de segredos, distante de uma grande cidade, ainda refém de costumes e preconceitos antigos, o que traz uma sensação de perigo iminente, muito presente nos livros de King.
O protagonista, Mike Noonan, chega no meio do drama; uma batalha entre o rico Max Devore, que manda na cidade, e sua nora, ambos brigando na justiça pela guarda de uma criança, neta de um e filha de outro.
Mike é um escrito viúvo, que perdera a mulher a quatro anos. Desde então não conseguira mais escrever e, após superar um depressão profunda, se retirara para a casa de ambos no lago, a fim de tentar retomar a carreira de escritor. 
A retirada para a casa do lago é motivada por vários motivos, especialmente a curiosidade em descobrir o que sua esposa andara fazendo por lá nos meses que antecederam sua morte e os pesadelos que o assombram, todos em Sara Laughs. O ponto importante nisto é que após a morte da esposa Mike descobrira que ela estava grávida, sendo que ele não podia ter filhos. A sombra da traição o assombra, embora ele se recuse a admitir que suspeita da fidelidade de sua amada esposa.
King descreve a dor da perda de Mike com tal realismo que sofri com ele; senti sua dor e me emocionei. É muito interessante que toda a história de Mike e sua esposa e depois o sofrimento dele são descritos em muitos capítulos, fazendo-nos entrar no clima, esquecendo que esta é uma história que envolve o sobrenatural, para então, de repente, nos surpreender com algo sobrenatural que faz um calafrio subir pela espinha.
Em Sara Laughs, na casa do rio dos Noonan, Mike começa a crer que o fantasma de sua mulher quer se comunicar dele. O horror toma conta dele e ao mesmo tempo a esperança de poder entrar em contato mais uma vez com sua mulher. Achei uma reação perfeitamente normal: o choque e a esperança.
O livro é um tesouro de suspense. Você fica repleto de curiosidade a cada capítulo, com muitas perguntas pipocando em sua cabeça, muitas teorias sendo elaboradas e nenhuma das respostas vem de forma fácil ou desconexa.
No começo a história não é assustadora; ela é comovente e romântica e é bonito ver Mike renascendo após conhecer MattieKyra (a mãe e menina que Max Devore tanto ambiciona controlar). Os fantasmas que estavam na casa do lago não pareciam hostis. Na verdade era mais do tipo que apenas faz sons, produz aromas... e então, quando tudo parece correr bem, o mal entra com força na pessoa de Max Devore. De repente o terror é jogado na sua cara com tanta força que qualquer ruido no meio da noite faz o coração saltar dentro do peito.
Juntamente com Mike começamos a suspeitar que não é apenas o fantasma de sua esposa que habita Sara Laughs. Algo muito mais antigo e repleto de vingança está despertando e Mike faz parte dos planos dela.
Eu recomendo muito este livro. Ele tem muitas páginas e tem um começo lento, como é costume de Stephen King, mas é belo, triste e terrivelmente assustador. 
Uma série em dois episódios foi feita, com Pierce Brosnan no papel de Mike (eu gosto de Brosnan, mas não me satisfiz com a escolha dele para o papel, já que Mike tem apenas 40 anos). A adaptação mudou muitas coisas do livro e eu achei que estas mudanças empobreceram bastante a obra. A série não é ruim, exceto se você leu o livro antes ;-)
No StephenKing.com.Br há um ótimo texto sobre a mini série.

Capa do meu exemplar.
Muito bonita esta capa. 
Acho que transmite bem o que é a história.
Promo da mini-série. 
Já dá para ter uma ideia do que se trata ;-)

4 comentários:

Rafael Borges disse...

Ótima resenha, ainda mais se tratando do rei Stephen King.

Arismeire Kümmer Silva disse...

Pois é, Rafael; Stephen King é um autor muito bom.
Obrigada pelo elogio e volte sempre :-)
Bj, Aris.

Jossi Slavic Genius disse...

Não li o livro, mas já vi a minissérie... aterrorizante e bem feita, com terror e suspense na exata medida! Não gosto quando exageram no horror (cenas com excesso de sangue ou sexo, coisas repulsivas, etc.). Essa série, contudo, foi uma boa surpresa para mim, que já esperava algo muito brutal, como andam fazendo hoje em dia... Aqui, o mistério e o sobrenatural são o mais importante, e o telespectador fica preso ao sofá, rs, querendo saber o que tudo aquilo significa... O amor do protagonista pela esposa morta é comovente. Adorei e sua resenha está ótima!
:)

Arismeire Kümmer Silva disse...

Jossi, o livro é infinitamente superior a série. Na série fizeram uma pá de alterações e ficou menos aprofundado, apesar de boa. Se puder, leia o livro, pois ele é muito, muito bom ;-)
Bj, Aris.

 
Mistério das Letras Blog Design by Ipietoon