Venetia e o Libertino










































Georgette Heyer.


SINOPSE:
Quando a bela e voluntariosa Venetia e o
bonito e leviano Lorde Damerel se apaixonam, inevitavelmente resultam complicações dos mais inesperados e divertidos tipos. E de fato se apaixonam, muito para o deleite do leitor completamente distraído, que não deixa de divertir-se compartilhando de suas escapadas fascinantes.

MINHA OPINIÃO:

A história do livro se passa 3 anos após o fim das guerras Napoleônicas, a maior parte dela no interior. A heroína, Venetia Lanyon, não é uma das heroínas convencionais de Georgette Heyer, embora lembre a protagonista de Ovelha Negra. Solteira aos 25 anos, ela nunca esteve apaixonada e está resignada a ficar solteira.

Criada pelo pai recluso desde a morte da mãe, juntamente com os irmão, Venetia conhece pouco da vida distante da mansão Undershaw, lar de sua família. Desde a morte de seu pai, logo após a batalha de Waterloo, ela passa a cuidar do bem estar de seus irmãos mais novos: Sir Conway, de 22 anos, um soldado que está além mar, junto ao exercito de ocupação em Cambray, França, e Aubrey, de 16 anos, um estudante brilhante que se prepara para entrar em Cambridge, compensando suas limitações físicas, originadas de um defeito de nascença no quadril, com o estudo e o conhecimento.

Temos também dois pretendentes improváveis, que lutam pela mão de Venetia: Edward Yardley, um dono de terras nobre, pomposo, arrogante e egoísta que pensa que Não significa Sim, e Oswald Denny, um adolescente tolo que idolatra lord Byron e vive de forma teatral. A vida como uma solteirona na casa de seu irmão parece preferível a Venetia a se casar com algum de seus pretendentes, até que um inesperado encontro com o vizinho, o Barão Maldito de Elliston Priory, muda tudo.

Todos dizem a Venetia que o Barão, Lord Jasper Damerel, é um libertino sem cura, de forma alguma adequado para estar na companhia de uma jovem dama que não queira ter a reputação arruinada. O encontro dos dois, enquanto ela passeava sozinha pelo bosque, é muito divertido. Damerel é tão descarado e sem escrupulos quanto sua reputação afirmava mas, ao ivés de fugir de seus avanços, Venetia o repreende firmemente, travando uma discussão inteligente e espirituosa. Venetia não hesita em dizer o que pensa e faz Demerel rir, encantado por seu espírito. Alto, escuro e "desrespeitável", tudo sobre Damerel diz a moça para se manter afastada, mas ela faz exatamente o oposto e se torna sua amiga.

Lord Damerel, intrigado por Venetia, continua tentando seduzi-la até que a moça ganha seu respeito e amor a ponto dele desejar tê-la como esposa. Secretamente Venetia sente o mesmo e aguarda pela proposta de casamento. Enquanto isso Conway, o irmão de Venetia que estava fora de casa a anos, manda sua jovem esposa, junto com a sogra, para Undershaw. A cunhada é uma jovem tola e chorosa e a sogra uma bruxa venenosa que tenta a todo custo diminuir Venetia e Aubrey, mandando na casa. Como o lugar se torna intolerável, Venetia aceita o convite do tio para ficar com ele e a tia em Londres, especialmente após Demerel deixar claro que vai partir e que não pretende casar com ela.

Seus tios esperavam que a ida a Londres afastasse Demerel da mente da moça, mas a moça sofre com a separação, temendo jamais tornar a vê-lo. Depois de descobrir um grande segredo de família ( e outro segredo, de igual importância para sua felicidade), a moça decide agir, usando de sua inteligencia e esperteza para provar a Damerel que as convenções sociais não podem mantê-los afastados.

Eu recomendo muito este livro. É um doce de romance e uma delicia ver a amizade que surge entre os protagonistas se tornar um amor forte e indestrutível. Venetia é uma mulher forte, de vontade e esperta, que luta pelo que quer, ao invés de ficar suspirando pelos cantos. Demerel é um libertino que não fica afundando em arrependimentos, que aprende a colocar os sentimentos de outra pessoa acima dos seus por conta do amor. Tudo lindo :-D

1 comentários:

Débora Lauton disse...

Oba, tenho esse também... o duro é tempo pra ler tudo...rss
beijos,
Dé...

 
Mistério das Letras Blog Design by Ipietoon