Tamanho não importa

Big Boned

Meg Cabot


SINOPSE:


A ex estrela do pop Heather Wells não tem do que reclamar: seu pai finalmente vai se mudar do apartamento que ela divide com Cooper; ela arrumou um namorado que quer ajudá-la a emagrecer e as coisas no emprego de inspetora de alojamento na Universidade de Nova York vão... Bem, as coisas por lá continuam esquisitas como sempre. O Dr. Owen Broucho, diretor interino do alojamento Fischer Hall e seu terceiro chefe em menos de um ano, acaba de ser assassinado. Mais uma vez, Heather precisará usar seus excepcionais talentos de investigação se quiser livrar Sebastian Blumenthal, líder estudantil e principal suspeito do assassinato, de uma acusação aparentemente falsa. Tamanho Não Importa é a continuação de Tamanho 44 Também Não é Gorda. 


COMENTÁRIOS:


Até agora este foi o livro mais fraco da série. O mistério é totalmente insipido e a solução do relacionamento entre Heather e Cooper parece corrido e forçado, ou seja, uma decepção em todos os aspectos. Depois de dois livros desenvolvendo o relacionamento do casal a passos de tartaruga Meg Cabot decide "resolver" tudo em pouquíssimas páginas. Sinceramente, o romance destes dois nunca me interessou muito, já que a parte relacionada ao dormitório e as investigações da Heather são a parte principal da série, mas também não precisava ter ficado insipido como ficou.

O pior de tudo é que Heather começa o livro com um namorado e até cogita a possibilidade de casar com ele, como então, a criatura logo cai em cima do Cooper? Eu sei que ela gostava dele a muito tempo, mas então que não mergulhasse de cabeça em outro relacionamento. O pior foi a Meg Cabott tentar fazer o cara parecer um chato só porque ele não gosta de televisão, gosta de ler e leva uma vida saudável, para que simpatizássemos com a protagonista que, neste livro, está absolutamente imbecilizada.
Só para citar um exemplo da estupidez de Heather, quando ela está correndo com o namorado simplesmente não para de repetir em pensamento que seu útero caiu e ela o perdeu durante a corrida. Não é engraçado, não é divertido; é repetitivo e chato e ridículo.
Mais do que nunca Meg Cabot passou a ideia de que Heather é absolutamente preguiçosa, irresponsável  incapaz, bla, bla, bla...
Neste terceiro livro da série a mocinha não está tentando resolver o mistério. Na verdade, ela mal tenta fazer algo, só indo de um lado para o outro fazendo piadinhas sobre a morte do chefe provisório, pensando em casar com o novo namorado, pensando em comida... a solução cai no colo dela, só isso.
O que ela faz além do que citei acima é bancar a fada madrinha tentando formar um casal pra lá de chato e, claro, tentar fugir do trabalho. E fugir de exercícios. Quando ela resolve o crime é tão por acaso que chega a ser vergonhoso.
Em relação aos livros anteriores falta tudo: vivacidade, timing, romance, investigação, crescimento pessoal, mistério, inteligencia, charme... resumindo, este livro é realmente muito, muito ruim ;-p
Algumas pessoas podem achar que estou sendo muito rigida, mas, sério... os dois outros foram bons. Eu ri, me diverti e fiquei curiosa. Com este... bom, eu só queria que o tormento acabasse de uma vez. Estou muito saturada de mocinhas idiotas, gordinhas comilonas que nunca fazem nada para mudar isso e ficam suspirando pelos cantos por conta dos quilos extras. Ora, tá acima do peso vai controlar pelo menos um pouco do que come e pelo menos andar um pouco para ficar saudável  O cara não te quer? Cura isso antes de sair por aí arrumando um novo namorado e já cogitando a possibilidade de casar. Só recomendo para quem está acompanhando a série, como eu, ou para quem gosta de livros idiotas.

Capa do meu exemplar.
Mesma linha das anteriores.
Gostei do amarelo usado no fundo.

Não cheguei a uma conclusão positiva sobre esta capa.

2 comentários:

Nathalia Carvalho disse...

Eu ainda nao li nenhum livro dessa séria, mas pretendia comprá-los. No entanto, sua resenha me deu uma desanimada, hehehe.

flyingwhisper.blogspot.com.br
@flyingwhisperr

Arismeire Kümmer Silva disse...

Nathalia, os dois primeiros livros são muito bons e eu recomendo. Com sorte apenas este ficou fraco :-) Mesmo assim vou continuar comprando a série e não vejo a hora de ler o próximo (torcendo para ser bom).
Bj, Aris.

 
Mistério das Letras Blog Design by Ipietoon